Motivação de equipe de associação de proteção veicular e o mindset do líder

por | ago 13, 2021 | Blog, Gestão de equipes | 0 Comentários

A motivação de equipe de associação de proteção veicular é crucial para o bom resultado esperado no que diz respeito à captação de associados e adesões. Bater metas e alcançar os objetivos traçados para um determinado período sempre foi uma grande preocupação dos gestores.

Esta preocupação os acompanha praticamente todos os dias, mas sem dúvidas existem alguns períodos do ano que exigem uma atenção redobrada neste quesito.

Para ajudar a não deixar as metas se acumularem ao longo de mais um ano, preparamos este conteúdo que pode esclarecer os erros e acertos cometidos na hora de motivar a equipe comercial.

Motivação de equipe e o papel do líder: desafios e expectativas

Primeiramente, é importante entender que existe uma grande diferença entre ser chefe e ser líder.

Por definição, chefe é o profissional que possui certa autoridade dentro de uma associação e é ele o responsável por garantir o cumprimento das obrigações de seus colaboradores, mantendo a estrutura dos processos da associação.

Líder, por sua vez, é aquele que consegue influenciar seus colaboradores a executarem suas tarefas através da comunicação e do trabalho em conjunto. Ele é uma pessoa capaz de entender e gerenciar as competências e necessidades de cada individuo e da sua equipe em geral.

3 ações que formam um bom líder de equipe de associação de proteção veicular

1. Treine bem seus colaboradores

Parece um conceito básico, mas este é frequentemente um dos passos mais negligenciados pelos gestores. Com a atual economia, associações enfrentam problemas financeiros e é compreensível que o número de colaboradores esteja baixo. É comum que estejam todos atolados de serviço, sem tempo, principalmente, para treinar a pessoa nova que entrou.

Dessa forma, realiza os serviços da maneira que acha melhor ou correto no seu ponto de vista, o que nem sempre alinha com as expectativas e acaba por gerar um grande desgaste para todos. Lembre-se que existem duas formas de aprendizado: aprende-se com um tutor ou por tentativa e erro.

A primeira exige um investimento de tempo inicial maior, mas a médio e longo prazo pode-se reduzir significativamente os custos para a associação. Na segunda, o investimento de tempo inicial pode ser próximo de zero, mas os vários erros cometidos até que seja tenha sucesso, a médio e longo prazo, podem trazer um custo muito maior do que o esperado.

Se o seu perfil não for voltado para treinamento e desenvolvimento, esteja ciente que você deverá então estar disposto a investir (financeiramente) em um colaborador com mais treinamento e experiência. Querer economizar tempo e dinheiro neste quesito nunca é recomendado, além disso não ajudar quando se trata de motivação de equipe.

Pense em como um colaborador desmotivado vai fazer seu trabalho e captar novos associados e no quanto os resultados podem ser melhores em uma situação de motivação.

2. Seja um facilitador e tenha uma comunicação clara com sua equipe

Seus colaboradores têm níveis sociais, escolaridades e formas de pensar diferentes uns dos outros, então cabe a você ser capaz de entender as suas mais diversas formas de expressão.

Você deve estar disposto a ouvir as dificuldades enfrentadas por eles e saber como ajudá-los a transpor estas barreiras sem oferecer ainda mais resistência no processo. É preciso também aprender a passar suas mensagens de uma forma clara, para que todos da equipe consigam compreendê-la.   

Pense que, ao ter uma comunicação clara e objetiva, eles seguirão o exemplo (e inclusive devem ser treinados para isso) e ao falar com potenciais associados, terão mais poder de convencimento.

3. Elogie em público e critique no particular

Frase amplamente divulgada, mas nem sempre executada, então vale a pena relembrar a sua importância. Todos já vivenciaram uma situação em que alguém recebeu uma bronca do chefe na frente de todos e sabemos bem qual o sentimento da pessoa envolvida. Essa vergonha em “público” não contribui em nada para o desenvolvimento e motivação de equipe.

Além da atenção à forma de falar, se deve ter atenção também ao seu conteúdo. Direcione o feedback às ações da pessoa na associação e não à pessoa em si. Essa simples mudança evita que o feedback seja levado para o lado pessoal e ainda é capaz de preservar a motivação. Ela é uma como crítica construtiva e acredite, ela te permite direcionar as ações dos seus colaboradores de uma maneira muito mais eficiente.

5 ideias imbatíveis para motivação de equipe de vendas de associação de proteção veicular

Depois de entender um pouco melhor como deve ser sua postura perante a equipe, chegou a hora de pôr em prática algumas estratégias que podem auxiliar no quesito motivação de equipe comercial de proteção veicular.

Vale lembrar que cada pessoa é única e que cada um tem motivações diferentes, mas vamos deixar aqui algumas ideias que podem ajudar:

1. Metas cumulativas

Vamos supor que a meta de seu colaborados seja fechar 20 captações com adesões por trimestre e a premiação final será para aqueles que fecharem, no mínimo, um total de 40 negócios até o final do segundo semestre.

Se por qualquer motivo seu vendedor não conseguir alcançar essa meta no primeiro trimestre, não terá tanto problema, afinal, ele poderá focar no segundo semestre, batendo a cota do mesmo jeito e compensando o déficit anterior.

O desenvolvimento desta técnica foi para ajudar a manter a motivação dos colaboradores mesmo em períodos fracos pois sabemos que para vários mercados, existem meses mais “lentos” e outros com mais oportunidades. É muito importante aqui ter cuidado para basear a meta em análises e também que seja justa. Se o colaborador sentir que ele não será capaz de bater esta meta ou que sua remuneração é injusta, podemos ter o efeito contrario do esperado.

2. Campanhas internas de incentivo de captações e adesões de proteção veicular

São ações criativas que buscam motivar a sua equipe a atingir um objetivo específico, de acordo com a necessidade do negócio. Sua única finalidade não precisa ser aumentar as adesões, ela pode também ter objetivos operacionais ou relacionais.

Para a criação de uma boa campanha, defina bem os objetivos desejados, entenda o perfil de seus colaboradores, determine qual o tipo de premiação os motivaria mais, esclareça bem as regras e crie uma cerimônia de premiação. É possível ir testando seus métodos à medida que novas campanhas vão sendo realizadas e, com isso, ajustar alguns detalhes para que a próxima seja sempre melhor.

3. Team building

São atividades lúdicas realizadas em grupos com o objetivo de fortalecer os laços entre os membros da equipe.

Veja no link a seguir algumas das atividades de team building mais utilizadas atualmente: (hiperlink para matéria team building blog Power CRM)

4. Flexibilização do trabalho

A pandemia nos mostrou que a realização de muitos trabalhos não depende necessariamente de um escritório e horário comercial. Nós nos adaptamos às mudanças e aprendemos a executar nosso trabalho em home office ou em horários alternativos.

Se esse for o caso de sua associação de proteção veicular, aproveite para transformar esta mudança temporária em permanente. Pessoas diferentes têm necessidades e horários diferentes, então saber respeitar e entender isso pode trazer muitas vantagens.

5. Ferramentas de comunicação e sistemas de gestão para associações de proteção veicular

A tecnologia nos oferece softwares muito interessantes, como o Power CRM, que pode ser um poderoso aliado para o sistema de gestão da sua associação. Com softwares online, o gestor é capaz de gerenciar sua equipe remotamente, assim como acompanhar as tarefas executadas em tempo real.   

<a href="https://site.powercrm.com.br/author/marina/" target="_self">Marina Ditta</a>

Marina Ditta

Engenheira aeronáutica com ênfase em gestão da qualidade e redatora do Power CRM.

Outras publicações

Assista uma apresentação

E descubra como o Power CRM pode impulsionar o trabalho da sua equipe comercial

Não perca mais nenhuma novidade!

Inscreva-se para receber todas novidades do nosso blog.

loading...